Apple intensifica esforços para lançar buscador concorrente do Google

O Google é, sem dúvidas, o buscador mais relevante da internet, deixando pouco espaço para competidores reais. Esse cenário, contudo, pode mudar em breve, já que movimentações nos bastidores – e nos tribunais – vem forçando a empresa de Cupertino a acelerar o lançamento de seu próprio buscador.

A Apple vem intensificando os esforços para contar com o seu próprio mecanismo de busca, entrando em competição direta com o navegador do Google. Embora esse movimento já venha sendo especulado há algum tempo, novidades na relação entre as duas empresas indicam para um aceleramento do processo, de acordo com o Financial Times.

A reportagem indica que agentes de regulação americanos investigam práticas consideradas ilegais na relação entre as duas empresas, que contribuiriam para a dominância do Google no mercado de buscadores. Isso porque o Google é, nada menos, que o programa padrão nos dispositivos da Apple, como iPhones.

O cerco judicial à parceria entre Google e Apple

De acordo com a reportagem do FT, o escrutínio em torno das duas companhias aponta para pagamentos multimilionários realizados anualmente pelo Google, a fim de garantir que todos os iPhones sejam padronizados com o seu buscador. Assim, todo cliente que compra um dispositivo, é direcionado a utilizar tal serviço.

Departamento de Justiça dos EUA abriu a investigação na semana passada. O relatório divulgado cita “estimativas públicas” dizendo que o Google paga à Apple entre US$ 8 bilhões e US$ 12 bilhões por ano para manter a parceria. 

Toda essa situação fez com que a Apple acelerasse o desenvolvimento de um buscador próprio, o que é encarado como uma solução caseira. Desse modo, a gigante americana se livraria das possíveis punições provenientes da investigação.

A criação de uma alternativa caseira

De acordo com consultores especialistas em marketing, o Applebot — um rastreado web usado para construir um banco de dados de material on-line — tornou-se mais ativo recentemente, depois que as alegações de práticas ilegais vieram a público.

Isso seria um indício de que a Apple se movimenta, nos bastidores, para desenvolver um programa capaz de concorrer com a dominância do Google. Faz sentido, já que a companhia é uma das poucas no mundo que conta com os recursos para criar uma solução tão poderosa.

Outro ponto que aumenta os rumores é o recente posicionamento da Apple no mercado de talentos. Há algum tempo, a empresa vem aumentando o número de anúncios relacionados ao desenvolvimento de mecanismos relacionados a busca. Fora isso, em 2018, a empresa com sede em Cupertino contratou o chefe do departamento de buscas do Google, John Giannandrea.

Ainda de acordo com a reportagem do Financial Times, outra evidência do movimento de mercado da Apple está na própria versão mais recente do software utilizado em iPhones. Usuários que já utilizam o IOS 14 podem notar que, ao utilizarem a janela de buscas, se deparam com resultados selecionados pela própria Apple, não pelo mecanismo do Google.

Os representantes de Apple e Google ainda não se pronunciaram oficialmente sobre esses rumores, mas eles foram suficientes para agitar o mercado de tecnologia. A possibilidade de um mecanismo de buscas produzido pela Apple melhora a situação competitiva do mercado e adiciona maior transparência ao setor tecnológico.

Com ou sem concorrência da Apple, o fato é que o Google segue como buscador mais utilizado no mundo. Por isso, se você tem um site, deve saber como fazer para ele aparecer nas páginas de resultado de pesquisa.

  • Share:

Leave a Comment

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href=""> <abbr> <acronym> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Envie sua Mensagem

Em breve um de nossos consultores entrará em contato.

Open chat
Precisando de ajuda?