Análise SWOT ou FOFA: O que é e como fazer

Certamente você já deve ter realizado uma Análise SWOT em algum momento da sua vida.

Se lembra quando estava nos anos finais do ensino médio e precisava decidir qual profissão seguir? Provavelmente você deve ter descartado de cara as que são relacionadas às matérias que você não gostava ou que tinha muita dificuldade e buscou um curso que abrangesse os conteúdos que mais te interessava e que tivesse mais facilidade. Nesse caso você avaliou suas forças e fraquezas que são alguns dos conceitos fundamentais da Análise SWOT 

O que é Análise SWOT

Análise SWOT ou FOFA, é uma ferramenta de gestão que serve para analisar cenários de um projeto, de forma a direcionar melhor a equipe que está realizando. Ela costuma ser usada pelas empresas antes de implementar algo novo ou ao realizar o planejamento estratégico.

SWOT é a sigla formada pelas iniciais das palavras Strengths (Forças), Weaknesses (Fraquezas), Opportunities (Oportunidades) e Threats (Ameaças). Em português, muitas pessoas a chamam de análise FOFA (Forças, Oportunidades, Fraquezas e Ameaças). 

Vale destacar que é separada em análise interna e externa. Na interna, encontra-se as forças e as fraquezas, ou seja, os pontos positivos e negativos da empresa ou do projeto. Na externa, analisa-se as oportunidades e ameaças que o negócio pode encontrar, elas abrangem uma pesquisa de mercado, macroambiente político, econômico e social.

A ferramenta aparenta ser complexa, no entanto ela foi criada para facilitar a elaboração e ser intuitiva.

Conceitos da Matriz SWOT

Como mencionado acima, a matriz SWOT é forma por quatro quadrantes que compõe o ambiente interno e externo.

  • Ambiente Interno

O ambiente interno, compreende os fatores que podem ser controlados pelos gestores, como o atendimento, a produção, os recursos financeiros, às áreas administrativas, etc. Dentro desse ambiente, deve-se analisar as forças e as fraquezas da empresa.

  • Forças

Neste quadrante, elenca-se todos os quesitos que fazem a empresa se destacar perante seus concorrentes. Por exemplo, se uma clínica médica tem equipamentos novos e de alta qualidade, eis aqui um ponto forte. Se um salão de beleza conta com profissionais renomados: ponto forte.

Para identificar as forças da sua empresa, busque conhecer os seus melhores produtos, processos, recursos e a sua maior vantagem competitiva. 

  • Fraquezas

Nas fraqueza,  lista-se tudo aquilo que pode ser ruim para o negócio e que pode atrapalhar seu crescimento.  Alguns exemplos são tecnologia ultrapassada, altos custos com transporte, equipe desqualificada, má localização etc.

  • Ambiente Externo

Ao contrário do interno, no ambiente externo a empresa não pode controlar os fatores. Dentre eles, pode-se mencionar crises econômicas, desastres ambientais, taxa de juros, mudança nas legislações, entre outros.

Nesse sentido, é essencial se atentar a tudo que envolve o mercado no qual está inserida, além de observar o micro e macroambiente. O primeiro envolve o comportamento dos clientes, o poder de negociação junto aos fornecedores, barreiras à entrada, produtos ou serviços substitutos etc.

Em relação ao macroambiente, nele envolve tudo que está além do segmento do negócio. Nesse aspecto, é essencial analisar o que os índices econômicos dizem sobre o futuro do país. Exemplificando, alterações na inflação causam variações no nível de renda e consumo dos indivíduos; as crenças e os valores de uma sociedade reflete nos seus hábitos de consumo.

  • Oportunidades

Nessa etapa, observa-se quais mudanças no micro ou macroambiente podem ser positivas e favoráveis aos clientes. 

Em época de jogos olímpicos, por exemplo, as redes de hotéis se beneficiam do aumento do turismo local. Uma empresa exportadora tem proveito sobre taxas de câmbio mais elevadas e assim por diante.

  • Ameaças

Por fim temos as ameaças, nesse cenário encontra-se todos os fatores desfavoráveis para a empresa, os quais não podem ser controlados.

Alguns exemplos são escassez de mão de obra qualificada, mudança na lei, entrada de concorrente no mercado etc.

Por que usar a Análise SWOT?

Tendo o conhecimento de todas as forças, fraquezas, oportunidades e ameaças, a análise SWOT auxilia a equipe a traçar melhor as estratégias do projeto e a implementá-lo com maior segurança.

Além disso, é possível identificar melhorias que podem ser realizadas nos produtos ou serviços da empresa, bem como detectar problemas nos processos ou distribuição das tarefas e planejar soluções para eles.

Vale destacar que o método pode ser utilizado no planejamento estratégico da empresa, visto que a matriz SWOT é uma ferramenta que pode ser aplicada em qualquer tipo de mudança significativa. 

  • Share:

Leave a Comment

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href=""> <abbr> <acronym> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Título
Open chat
Precisando de ajuda?